Outubro 30, 2015

Plano Director 2011-2020

O Plano Director II, foi aprovado em Junho de 2011, este é elaborado com base nas orientações do Plano Director I, alinhado com os principais instrumentos de políticas agrárias, nomeadamente o Plano Quinquenal do Governo 2010-14 (PQG);
Plano de Acção de Redução da Pobreza (PARP) e no Plano Estratégico de Desenvolvimento do Sector Agrário (PEDSA). Com um horizonte temporal de 10 anos (2011-2020).

O Plano Director II define as diferentes áreas de intervenção de acordo com os seguintes Pilares:
– Investigação, Extensão e Fomento;
– Comercialização e Processamento;
– Financiamento;
– Reforma Institucional;
– Assistência Técnica e Monitoria.

Os pilares acima definidos pretendem criar condições ao sector do caju, de tal modo que seja possível:
– Garantir o aumento da produção e da segurança alimentar no País;
– Elevar a produtividade das actividades agrícolas e de toda a sua cadeia de valor;
– Incentivar o aumento da produção agrária orientada para o mercado;
– Promover o uso sustentável de terras, e Desenvolver o capital humano e a capacidade institucional do sub sector do caju.

No quadro das novas atribuições o Plano Director II é reconhecido pelo envolvimento do sector público, particularmente no Pilar de Investigação, Extensão e no Fomento, incluindo a parceira púbico privada como plataforma de investimentos para o sector do caju (produção, comercialização e processamento (castanha e amêndoa).

Fonte: INCAJU

Produzir Caju para Gerar Riqueza

Produzir Caju para Gerar Riqueza